Alego Concurso Fotografia

Catalão: 145° Festa em Louvor a Nossa Senhora do Rosário é realizada

Encerramento aconteceu neste domingo com Procissão de carros e missa

Por Redação, Carlos Duarte e Ivone Rodrigues Fotos: Lucas Machado em 11/10/2021 às 16:43:15
Nossa Senhora do Rosário, padroeira de Catalão (Foto: Lucas Machado)

Nossa Senhora do Rosário, padroeira de Catalão (Foto: Lucas Machado)

Uma das maiores festas culturais e religiosas de Goiás acontece na cidade de Catalão no sudeste goiano há 145 anos, em louvor a santa padroeira Nossa Senhora do Rosário, somada a devoção aos Santos: Benedito e Efigênia que são considerados os intercessores do povo preto, uma tradição vinda dos países africanos e que ganhou características fortes da cultura e regiosidade brasileira.

Todas as celebrações foram marcadas pelos louvores e o som dos tambores da Congada (Foto: Lucas Machado)

Como aconteceu no ano de 2020 com a chegada da pandemia a festa de 2021 foi realizada com protocolos de biossegurança para a não proliferação da Covid-19, deixando assim de ser realizada a parte comercial que tradicionalmente abrigava centenas de barraquinhas com os mais diversos tipos de produtos.

O andor de Nossa Senhora do Rosário, dentro da Matriz todo decorado de Flores (Foto: Lucas Machado)

Antes do início da festa, a Irmandade lançou algumas campanhas como a flores para nossa Senhora para arrecadar fundos para partes como a ornamentação da igreja e o andor da santa, e destacou em sua redes sociais:


"Pedimos ajuda aos Fiéis, irmãos de honra de modo geral e aos devotos de Nossa Senhora do Rosário. Estamos vivendo um momento muito atípico da nossa tradicional festa em louvor a Nossa Senhora do Rosário. Mais um ano, devido a COVID-19, não tivemos lotar nosso largo do Rosário. A entidade vem passando por dificuldades financeiras e hoje estamos vivendo com 100% de ajuda, então, para que pudessemos montar um altar e um andor da forma que Nossa Senhora merece, lançamos uma vaquinha para a ornamentação da Igreja do Rosário e do Andor para a carreata".


Na tarde deste último domingo (10/10) as celebrações foram encerradas com a tradicional procissão com o andor de Nossa Senhora do Rosário e do fiéis, mas desta vez, nos padrões adotados pelo período de pandemia, em formato de carreata puxando pelo andor que causou muita emoção nós fiéis que aguardavam nas ruas para acenar e pedir a benção da padroeira.


"Que coisa mais linda, meu Deus! Essa lágrimas são de emoção porque sou devota a vida inteira da nossa mãezinha e ver ela assim tão linda rodeada de flores me emociona demais. Que ela não desista de nós e continue rogando por toda a nossa cidade e pelo mundo", relato a moradora Maria Divina Marra ao ver passar a santa.


A festa fica sob a responsabilidade da Irmandade do Rosário da Paróquia São Francisco de Assis liderada pelo Padre Emerson que na missa de encerramento, em sua homilia foi enfático ao falar de igualdade, julgamento e preconceito:


"Aqui no Brasil a vozes poderosas que tenta falar os mais oprimidos. Lutem meus irmãos pelos vossos direitos, muitos morreram lutando pelos seus direitos. Quando povo descobrem seus direitos eles ganham força. Seja o poderoso na área que for, morrem de medo da força que o povo esclarecido tem".


As apresentações da congada aconteceu em forma de revezamento, onde os ternos se apresentram durante os os 10 dias de festa, desde a alvorada. Mesmo de forma mais intimista,o sentimento foi o mesmo, destacou o dançador André:


"Aqui em cada toque na caixa é um toque no coração. E, em cada louvor ou dança é essa fé manifestada. Nossa senhora vai abençoar que o ano que vem vamos pra rua tocar, cansar e dançar em louvor dela como a gente gosta."


Outra manifestação de fé que chama a atenção são as crianças vestidas de anjo.

Camila Rosário da Silva pediu a intercessão de Nossa Senhora do Rosário para a realização de um grande sonho e conta que foi atendida e que faz questão de agradecer a benção através da própria benção que é a chegada da filha Helena que hoje está com 2 anos e participa pela terceira vez vestida de anjo e agradecimento a santa.

"Queria muito engravidar, meu sonho sempre foi ser mãe. Havia engravidado em 2015, mas acabei perdendo meu bebê e depois de incontáveis tentativas sem sucesso, fiz o voto pedindo pra Deus sob a intercessão de Nossa Senhora do Rosário, na festa em outubro de 2018 para que ela intercedesse a Deus por mim nessa graça, que ganhasse a benção de ser mãe. E para minha alegria, em janeiro, descobri que estava grávida. E, mesmo a Helena tendo poucos dias de vida, em outro de 2018 já vesti ela de anjinho e trouxe para a procissão e assim fizemos também nós dois últimos anos, em gratidão a intercessão dela que é nossa mãe generosa".


Para o ano de 2022 o casal de festeiros desse ano Wisner Cândido Marques e Ivonete, não quis passar a coroa a novos festeiros e Wisner destacou antes do novo juramento:


"Nós queremos fazer uma festa por inteiro, por isso vamos seguir como festeiros para que no ano que vem a gente faça uma festa grandiosa do jeito que nós queremos para Nossa Senhora do Rosário".

Homenagem

O Terno Moçambique Nossa Senhora do Rosário, durante as visitas realizou homenagem a família de Dorivan Miranda Duarte da empresa Transduarte Transporte Fretamento e Turismo - falecido vítima de Covid-19 no último dia 18 de junho. Dorivan foi mordomo, benfeitor e ex-festeiro de Nossa Senhora do Rosário.


Comunicar erro
Saneago
Campanha Setembro Amarelo Ipameri
Sebrae MIcroempresa

Comentários

Senador Canedo Campanha Refiz