Goiania IPTU - Secom Fev 2021
Mosaic Social

Na semana em que completa quatro anos de atuação no Estado, Enel Distribuição Goiás entrega duas grandes obras em Goiânia

Companhia investiu R$ 56,1 milhões na ampliação da Subestação Meia Ponte e na construção da nova Subestação Santa Genoveva, que conta com praça de lazer e convivência para a população. Outras três subestações foram entregues em comemoração aos 4 anos: uma em Caldas Novas e outras duas em Rio Verde

Por Redação em 12/02/2021 às 12:52:52
O diretor presidente da Enel Goiás, Fernando Luís, o secretario geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz e colaboradores descerrando placa da nova Subestação San

O diretor presidente da Enel Goiás, Fernando Luís, o secretario geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz e colaboradores descerrando placa da nova Subestação San

No dia 14 de fevereiro, a Enel Distribuição Goiás completa quatro anos de atuação no Estado. Para celebrar este momento, a companhia inaugura, nesta sexta-feira (12), duas grandes obras na capital: a nova Subestação Santa Genoveva e a ampliação da Subestação Meia Ponte. Somando as duas obras, a companhia investiu R$ 56,1 milhões para melhorar ainda mais o sistema elétrico de Goiânia. Associada às entregas, será concluída, até junho, a construção de 67,1 quilômetros de novas redes de distribuição, levando energia para novos clientes e interligando outras subestações. Ao todo, cerca de 180 mil clientes de Goiânia, Trindade e Senador Canedo serão beneficiados por essas melhorias. As entregas foram feitas em evento na manhã desta sexta-feira (12), que as presenças do diretor-presidente da Enel Goiás, José Luís Salas; do secretário-chefe geral da Governadoria, Adriano Rocha Lima e do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz.

A nova Subestação Santa Genoveva, com potência instalada de 50MVA, é a primeira unidade construída no modelo compacto em Goiás. "As subestações compactas são muito utilizadas em países da Europa e são caracterizadas pelo uso de equipamentos super tecnológicos e multifuncionais, que evitam a necessidade de grandes terrenos para a instalação", explica José Luís Salas, diretor-presidente da Enel Distribuição Goiás. Esta unidade está equipada com dois transformadores de 25 MVA cada, que trarão benefícios diretos para o fornecimento de energia de cerca de 74 mil clientes de Goiânia e Senador Canedo. Além disso, com a entrada em operação, o novo sistema reduzirá as cargas de outras subestações do município, evitando desarmes e falhas por sobrecarga.

Salas destaca que a subestação compacta trabalha com os dois transformadores com no máximo 60% do carregamento. Em caso de falha em um dos equipamentos, toda a carga pode ser transferida ao outro, ficando este com 120% de carregamento até que os reparos necessários sejam realizados. "Essa duplicação da carga do transformador é segura e tecnicamente permitida. Essa possibilidade de manobra nos dá muito mais confiabilidade em todo o sistema. Além disso, todos os aparelhos instalados nesta unidade são telecomandados, ou seja, todas as manobras podem ser feitas remotamente pelo nosso Centro de Operações. Isso traz mais agilidade em casos de falhas, permitindo restabelecer o fornecimento de energia em poucos minutos", ressalta.

O diretor-presidente, Fernando Luís acrescenta, ainda, que o projeto de Santa Genoveva também inclui a construção de uma praça e de um parque nas imediações da subestação, no Residencial Paulo Estrela, e a instalação de um mirante no Parque Municipal Fiúca - Gessi Avila Silva, no bairro vizinho, o Residencial Olinda. "Os moradores da região, a partir de agora, poderão desfrutar de uma pista de caminhada, com calçamento adequado e iluminação de LED em todo o percurso, um parque infantil, um mirante e um bosque com trilha", adiciona. Já o mirante do Parque Fiúca foi entregue no final de dezembro, junto com a inauguração do local, e já pode ser visitado por toda a população. Tanto o mirante quanto o parque e a praça serão doados para a Prefeitura de Goiânia.

Já a Subestação Meia Ponte passou por uma grande ampliação e modernização, com substituição de equipamentos defasados por outros novos e modernos e instalação de aparelhos telecontrolados. A unidade recebeu um novo transformador de 33MVA de potência, que além de permitir a distribuição de mais energia, vai aliviar os outros equipamentos e melhorar a qualidade da energia fornecida por esta subestação. "A modernização da subestação traz benefícios para o sistema como um todo, pois melhora o carregamento dos transformadores e estabiliza o perfil de tensão das redes. As melhorias realizadas aqui beneficiarão diretamente mais de 105 mil clientes de Goiânia e Trindade", pontua Salas.


Em ambas as subestações, a companhia instalou bancos de capacitores – sendo dois em cada unidade –, que são equipamentos que aliviam o sistema elétrico e melhoram a qualidade da energia que sai das subestações e é distribuída para residências, comércios e indústrias. Eles também ajudam a evitar oscilações nos níveis de tensão, mantendo o fator de potência dentro dos limites regulamentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com essas duas obras, também serão atendidos 11,7MVA de demanda reprimida. "Isso significa que vamos atender às solicitações de liberação ou aumento de carga, permitindo a conexão de novos clientes ao sistema ou aumentando a potência fornecida, possibilitando ampliações de comércios e aumentos na produção de indústrias", acrescenta o diretor.

Nesta semana, a companhia também entregou outras três grandes obras, sendo a ampliação da Subestação Serra de Caldas, em Caldas Novas, a construção da nova Subestação Ipê e a ampliação e modernização da Subestação Cabriúva, ambas em Rio Verde. Essas obras atenderão à crescente demanda por energia e melhorarão o serviço prestado aos clientes da região.

Desde que assumiu o controle da distribuição de energia em Goiás, em fevereiro de 2017, a Enel tem investindo fortemente em obras estruturais de construção, ampliação e modernização de subestações em todo o Estado. Nos quatro primeiros anos, foram entregues 12 novas subestações e ampliadas e modernizadas outras 93 unidades. "Em 2021, seguiremos investindo fortemente em novas unidades e em melhorias nas estruturas existentes de todas as regiões goianas. Para se ter uma ideia, a previsão é de que sejam entregues outras 11 novas subestações e modernizadas e ampliadas outras 54. Essa é mais uma prova de que não estamos medindo esforços para transformar a realidade do fornecimento de energia em Goiás", finaliza Salas.

Conheça mais sobre o que a Enel fez em Goiás nos últimos quatro anos acessando www.enel.com.br.

Fonte: Com informações da Assessoria de Comunicação da Enel Distribuição Goiás

Comunicar erro
Saneago
CMOC Queimadas
Sefac 10 anos Super

Comentários