Mosaic Emprega Mais 2

Tradição e fé na devoção à Padroeira Nossa Senhora Auxiliadora em Senador Canedo

Prefeito Fernando Pellozo lembra que as comemorações à Padroeira do Município celebram a fé e a tradição de Senador Canedo

Por Redação, Maria Tereza em 24/05/2021 às 12:12:49
Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira de Senador Canedo

Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira de Senador Canedo

Dia 24 de maio marca a festa litúrgica a Nossa Senhora Auxiliadora, padroeira de Senador Canedo. A história de devoção com a santa "Mãe Auxiliadora" iniciou com a chegada do padre salesiano, Salvador Filia, na década de 80, com a construção da primeira matriz da cidade. A representação religiosa acompanha o crescimento da cidade, preservando tradições.


O Padre Maximiliano Gonçalves, atual administrador paroquial, contou que um dos primeiros bairros do município, Jardim Todos os Santos, localizado na região Central da cidade teve, seu início com a construção da primeira Igreja de Senador Canedo. Localizada próxima a atual Matriz, o prédio histórico que hoje está em reforma, foi construído em terras herdadas pelo padre Francisco Plecat. "Era uma herança qual Peclat recebeu, e que inclusive fez loteamento e vendeu a famílias mais carentes, parcelado, por um preço menor. A Igreja de Todos os Santos deu nome ao bairro", explica.


Em 1980, assumiu a paróquia o padre Salvador Filia, período em que o crescimento impulsionava a construção de uma nova igreja. Um novo prédio, maior, seria a primeira matriz. "Padre Salvador Filia era italiano, salesiano, as festas da padroeira já eram tradicionais no Município, porém um dos grandes empecilhos era o período qual eram realizadas, época de fortes chuvas. Houve então a sugestão para escolha da Nossa Senhora Auxiliadora, como padroeira. Sugestão acatada pela Arquidiocese de Goiânia, na época presidida pelo arcebispo Dom Fernando Gomes", afirma o pároco.


O prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo, destacou a importância da celebração para o Município. "É uma festa religiosa carregada de tradição. Ao celebrar a padroeira do Município, também estamos fazendo referência ao surgimento da nossa cidade e aos pioneiros, que tiveram força e coragem para se instalarem aqui. Pra mim, que tenho minha história toda em Senador Canedo, que moro na mesma casa, na mesma rua, é um presente celebrar as raízes do Município e, mais do que isso, poder colaborar com o futuro da nossa cidade", comenta.


Mudanças e resgate históricos

Em um período de grande crescimento demográfico, uma nova matriz foi proposta para a cidade. Em 2009, com Padre Amaury, e o atual senador da República, Vanderlan Cardoso, como prefeito do Município, foi proposta a construção em formato do novo templo, designer inovador, formato de hóstia, assinado pela arquiteta Nilza Maria de Azevedo, com vitrais de Duda Badan. A expoente Igreja vinha junto com o crescimento do município, porém preserva e trazia resgates históricos.


A tradicional festa da Padroeira é realizada mesmo antes da construção da matriz, em louvor a Nossa Senhora Auxiliadora, ocorrendo há 37 anos. Anteriormente ocorriam junto com as novenas, bingo e leilão, no ranchão. Com o tempo, a festa cresceu, a chamada festa das barraquinhas, popularmente conhecida pelos moradores, fazendo parte do calendário de comemorações da cidade.


Com todas as precauções da Pandemia, a 37ª Festa em Louvor a Nossa Senhora Auxiliadora, ocorreu, entre os dias 15 a 24 de maio, com novenas, missas, sistema drive-thru para venda de alimentos (galinhada, caldos e canjica), e carreata com a imagem da santa.

Fonte: Com Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Senador Canedo

Comunicar erro
Saneago
CMOC Queimadas
Sefac 10 anos Super

Comentários