Sistema FAEG-Ao seu lado sempre que precisar
Mosaic Da Mina ao Campo Dez 21 - 2

Concurso fotográfico Yocihar Maeda segue recebendo inscrições até a próxima terça-feira 19 de outubro

Ainda dá tempo de se inscrever no 2° Concurso Fotográfico da Alego, denominado Yocihar Maeda. O prazo final de envio dos trabalhos vai até dia 19, terça-feira, prazo final para envio dos trabalhos. O concurso tem como temática "Os Desafios da Educação em Tempos de Pandemia" e as premiações vão de R$ 800 a R$ 2,5 mil, além de troféus. O material pode ser enviado pelo site al.go.leg.br/concursofotografico. A divulgação do resultado será em 10 de novembro.

Por Redação em 16/10/2021 às 19:12:00

As inscrições para o 2° Concurso Fotográfico da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), intitulado Yocihar Maeda, seguem abertas até dia 19, terça-feira, prazo final para envio dos trabalhos. O concurso tem como temática "Os Desafios da Educação em Tempos de Pandemia". O material pode ser enviado pelo site al.go.leg.br/concursofotografico. A divulgação do resultado final será no dia 10 de novembro.

Para participar do concurso, basta gostar de fotografia e, mesmo sem ser profissional, poder registrar, por meio de imagens, alguma situação em que a pandemia de covid-19 tenha imposto desafios à Educação. Os seis candidatos selecionados como vencedores serão premiados com valores entre R$ 800,00 e R$ 2.500,00. Informações e esclarecimento de dúvidas sobre o certame podem ser tiradas pelo telefone 3221-3037 ou pelo e-mail [email protected] .

Essa segunda edição do concurso é uma homenagem ao fotógrafo Yocihar Maeda, ou Maedinha (como era conhecido entre os mais próximos), e rememora sua trajetória pelo Legislativo de Goiás, onde atuou por mais de 30 anos. Maeda foi um dos profissionais da área fotográfica dos mais procurados pelos deputados estaduais, diretores e colegas de trabalho.

Educação X Pandemia

O tema proposto pelo certame é digno de análises de especialistas, diante dos desafios que se apresentaram no período pandêmico, e certamente, de livros, teses, dissertações, além de outras importantes obras, por se tratar de uma ruptura abrupta do modelo de ensino e do convívio social.

A proposta do 2º Concurso Fotográfico Yocihar Maeda é uma forma de demonstrar os desafios impostos a quem lida com a Educação no cenário formado desde que o novo coronavírus avançou no Brasil.

Levantamento do Banco Mundial, divulgado no início de 2021, apontou impactos negativos no processo ensino-aprendizagem na América Latina, como o fato de que 70% das crianças brasileiras podem apresentar dificuldades com o aprendizado da leitura.

Além disso, outro destaque se dá em relação ao chamado índice da "pobreza de aprendizagem", avaliado a partir de estatísticas educacionais. No estudo, foi possível constatar que o porcentual de 50% para 70% nas crianças no Brasil, com dez anos, apresentem incapacidade de ler e entender um texto simples.

Esses, além de outros cenários passaram a ser vivenciados desde o início da pandemia por alunos, pais e educadores. Diante de tais evidências, toda a rede que envolve a área de Educação tem buscado meios de, pelo menos, mitigar as dificuldades.

Categorias

O concurso será dividido nas categorias amador e profissional e vai premiar os três primeiros colocados em cada categoria. Os vencedores vão receber um valor em dinheiro, assim distribuído: para a categoria Profissional: 1º lugar – R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), 2º lugar – R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) e 3º lugar – R$ 1.000,00 (um mil reais). Já para os amadores, a premiação será a seguinte: 1º lugar – R$ 2.000,00 (dois mil reais), 2º lugar – R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais), 3º lugar – R$ 800,00 (oitocentos reais). Cada classificado também terá direito a um troféu.

As obras fotográficas premiadas serão apresentadas em uma exposição, na sede do Poder Legislativo goiano, o Palácio Alfredo Nasser, no período de 10 novembro a 10 de dezembro de 2021. Os trabalhos premiados também serão divulgados nas redes sociais da Casa de Leis (@assembleiago) e estarão na edição especial da Revista Alego.

Banca avaliadora

Os trabalhos inscritos serão avaliados por uma banca formada pelos profissionais Alberto Maia, Cristiano Borges, Denise Xavier Lemes e Jackson Rodrigues, que vão analisar as obras apresentadas pelos participantes, a partir dos critérios de criatividade, pertinência ao tema e riqueza de elementos e técnicas utilizadas.

A primeira edição do concurso contabilizou 296 inscritos, dos quais 77,4% integraram a categoria amadora e 22,6% a profissional. Na oportunidade, os participantes registraram seus talentos e olhares artísticos com base nas mudanças de perspectivas a partir do distanciamento social com o tema: "Um Olhar Pela Janela".

Yocihar Maeda

Desde o início de sua carreira na Alego, em 1988, atuou no departamento de imprensa do Parlamento goiano, onde cativou ao longo das três décadas de atuação a todos os que tiveram a oportunidade de conhecê-lo e compartilharem com o ser humano de empatia, humildade, talento e hombridade, que eram dentre outras, suas principais características.

Natural do Mato Grosso do Sul, Maeda nasceu em agosto de 1952, faleceu aos 67 anos, em janeiro de 2020 e deixou duas filhas e dois netos.

Fonte: Com informações da Agência Assembleia de Notícias da Alego

Comunicar erro
Saneago
Campanha Coronavirus Ipameri
FGM Institucional

Comentários