CMOC BRASIL
coronavirus Ouvidor NOVO SUPERBANNER

UNA usa impressora 3D para produzir máscaras contra a Covid-19

Os EPIs foram entregues nesta terça-feira (7) à Secretaria de Municipal de Saúde para combater a doença

Por Redação em 08/04/2020 às 10:11:30
Viseiras produzidas pela UNA. (Reprodução/UNA)

Viseiras produzidas pela UNA. (Reprodução/UNA)

Muitas pessoas estão se unindo em iniciativas que ajudem, de todas as formas, no combate ao coronavírus. Em Catalão, alunos e professores dos Cursos de Engenharia da Una se uniram à outras instituições de ensino e estão produzindo máscaras para serem usadas por profissionais da saúde que estão na linha de frente de combate ao coronavírus. O produto é a chamada face shield (máscara-escudo), que é uma proteção total da face, diferente daquelas máscaras que cobrem apenas a boca e o nariz.

São utilizadas impressoras 3D para imprimir os suportes das viseiras, seguindo modelos internacionais, disponíveis publicamente. A máscara-escudo é formada por três peças: a placa de acetato, transparente, que é a viseira; uma "tiara" com pontos que serve de sustentação (a única confeccionada na impressora 3D efetivamente); e um elástico que ajuda a fixar o equipamento no profissional.

EPIs confeccionados no laboratório da UNA. (Reprodução/UNA)
Ela é um Equipamento de Proteção Individual (EPI) para o rosto e serve como complemento para as máscaras comumente utilizadas pelos profissionais de saúde. O objetivo principal é proteger a região dos olhos. Diferente das máscaras cirúrgicas que precisam ser descartadas após o uso, a máscara de acetato pode ser higienizada e reutilizada.

A iniciativa solidária já produziu 100 unidades da máscara, que foram higienizadas, embaladas e serão entregues nesta terça-feira (7) para o Comitê de Prevenção, Orientação e Enfrentamento ao Coronavírus – COVID-19, que cuidará da distribuição dos equipamentos de proteção para as unidades de saúde.

Segundo o professor do curso de Engenharia da UNA, José Salviano Borges, trata-se de uma iniciativa importante para o atual momento. "Vários voluntários no Brasil estão utilizando suas impressoras 3D e ajudando aqueles que estão salvando vidas nos hospitais. Decidimos então, em parceria com a Universidade Federal de Catalão - UFCAT, Senai, Cepi - Polivalente e Rotary, utilizar nossos equipamentos e recursos para produzir as máscaras-escudo. Nosso plano, após a entrega destas 100 primeiras peças, é continuar a produção e contribuir com o Comitê conforme a demanda", explica.

CMOC BRASIL
Mosaic

Comentários

camara de ouvidor gif 3