Alego Concurso Fotografia

Aliança entre Valentina Jungmann e Julio Meirelles movimenta cenário das eleições da OAB-GO com fusão dos dois grupos

Por Redação em 17/09/2021 às 18:07:28

"Nosso projeto é convergente para a construção de uma nova OAB", sintetizaram Valentina Jungmann e Julio Meirelles, durante discursos em ato com apoiadores e integrantes da futura chapa, na noite de quinta-feira, 16/09, no Espaço da Advocacia, no setor Marista, em Goiânia. Pré-candidata à presidência da OAB-GO, Valentina Jungmann celebrou aliança com Julio Meirelles, que fez composição para pré-candidatura a presidente da Caixa de Assistência aos Advogados de Goiás (Casag).

Para Valentina, a caminhada ganha reforço com a adesão de um grupo importante da advocacia goiana, "com um ideal comum que possibilitou essa união e que vai trabalhar por uma OAB mais democrática, mais próxima da sociedade, que valoriza o advogado e a advogada, e que cuida da advocacia tão sofrida, principalmente nessa época de pandemia".


Bastante aplaudida, ela fez discurso enfático que reafirma compromissos com a classe, como a redução da anuidade paga em Goiás, que "será nosso primeiro ato quando eleitos, pois é a segunda mais cara do país"; a redução de gastos de campanha; a inclusão na advocacia jovem no processo eleitoral da OAB-GO; o debate em torno da redução das custas judiciais - também a segunda mais onerosa do país - que afasta o cidadão do acesso à Justiça e, ainda, a luta para aprovar projeto de eleições diretas para a diretoria do Conselho Federal.

Fazer história

"Ouvi o coração, ao conduzir meu grupo a uma aliança que é a única e melhor opção para resgatar os verdadeiros valores da OAB. O que antes eram dois grupos, hoje é um só, rumo à vitória", discursou Julio Meirelles. Ele enfatizou a convergência de projetos, que o levou à tomada de decisão, destacando "o dom de Valentina em reunir pessoas do bem, a perspicácia em avaliar problemas e identificar soluções, a vasta experiência com o sistema OAB-GO".

Para Julio, a autora do projeto que implantou a paridade de gênero na Ordem, lutava contra a maré, contra um sistema fechado, excludente, e que só após 80 anos "terá a primeira presidente mulher". A pluralidade e modernidade pretendida para a entidade são estímulos. "Esse é o momento de fazer história e, com união, demonstrar a autenticidade dessa composição que é a fusão de predicados e a sinergia de ideias e ideais em prol de uma nova OAB".



Fonte: Com Informação da Assessoria Valentina Jungmann

Comunicar erro
Saneago
Campanha Setembro Amarelo Ipameri
Sebrae MIcroempresa

Comentários

Senador Canedo Campanha Refiz