Camara Municipal de Cumari Institucional
Sistema FAEG-Ao seu lado sempre que precisar
Dengue Caldas Novas Abril 2022

Rádio Brasil Central AM: 72 anos de tradição no caminho da modernidade

Emissora de rádio da Brasil Central adota modernas ferramentas das redes sociais para se aproximar dos ouvintes e logo terá mais um estúdio-multimídia

Por Redação, Carlos Duarte e Fotos: Secom Goiás em 02/03/2022 às 18:13:08

Criada na década de 1950 com a missão de ser a voz dos goianos em favor da transferência da capital federal do Rio de Janeiro para o Planalto Central, a Rádio Brasil Central AM, emissora da Agência Brasil Central (ABC), completa 72 anos neste 3 de março. Combinando tradição e modernidade, a emissora foi testemunha do início de novos tempos para o Brasil e segue sendo relevante como meio de comunicação que integra os goianos e os brasileiros em todo o mundo. "Para mim, é a rádio mais importante do País. São 72 anos pelos quais a gente tem de parabenizar os profissionais e os ouvintes", destaca o presidente da ABC, Reginaldo Júnior.

A Rádio Brasil Central AM está modernizando suas instalações. O antigo estúdio-auditório passa agora por reforma para se tornar multimídia, fazendo com que os programas da emissora possam ser transmitidos também pelo YouTube. "Quando a gente chegou aqui tinha apenas um estúdio funcionando. Com este novo formato multimídia, a gente chega ao sétimo estúdio. Acho que é um presente não só para a rádio, mas para todo o complexo da Brasil Central", afirma Reginaldo Júnior, reforçando o compromisso de entregar até o fim de 2022 mais dois estúdios, totalizando nove.

Emissora busca a fórmula da inovação

Entender como uma rádio que está no ar há 72 anos consegue ser relevante no atual cenário passa por entender a importância da velocidade da comunicação e também o seu alcance. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, entende que a Rádio Brasil Central mantém seu espaço justamente por estas características. "Foi o único meio de comunicação que disputa com a rede social, com a internet. Porque o rádio transmite na hora o evento, ele comunica tão logo acontece o fato." Para Caiado, a identificação da Brasil Central com o seu público é o diferencial para que a emissora mantenha sua importância na comunicação goiana. "Então meus parabéns à Rádio Brasil Central, vocês estão cada vez mais melhorando os programas, cada vez mais aumentando a audiência, cada vez mais sintonizando com o sentimento da população e fazendo um jornalismo, como também outros programas, que têm tudo a ver com o povo goiano. E, com isso, os meus cumprimentos aos 72 anos e pela revolução que vocês estão implantando nestes três últimos anos do nosso governo."

Buscar a inovação é a fórmula da emissora para continuar relevante na vida das pessoas que buscam informação e entretenimento, e já se acostumaram com a companhia da Brasil Central, como a rádio é carinhosamente chamada. Afinal, muitos mantêm um caso de amor com essa rádio AM, a mais goiana das goianas. Uma delas é a coordenadora da Rádio Brasil Central, Débora Orsida, que fala com indisfarçada paixão sobre a emissora. "A gente percebe que a "modernidade" da rádio hoje é estar ligadinha aos nossos ouvintes", afirma, ao relembrar que mesmo diante das mudanças tecnológicas ocorridas nas últimas duas décadas na comunicação, a Rádio manteve a tradição de levar a informação "com especialidade" e associou-se às ferramentas das redes sociais para fortalecer ainda mais este relacionamento entre locutores e ouvintes.

WhatsApp e Podcast

Débora Orsida diz que, inclusive, foi criado um grupo no WhatsApp de ouvintes da Rádio Brasil Central AM para participarem ativamente do programa que se tornou o xodó do pessoal da casa: Os preferidos dos ouvintes. A programação dele é toda feita com base nas sugestões de músicas enviadas pelos ouvintes. "Podcast é outra ferramenta tecnológica que estamos utilizando para nos tornar mais próximos dos nossos ouvintes", conta. Ela citou que o programa Festa de Arromba, no formato podcast, está em primeiro lugar como o mais ouvido entre os produtos da Brasil Central no Spotify, com menos de um ano de existência.

Como presente para o público, a emissora estreou a faixa dos Especiais AM, de segunda a sexta feira, das 21h30 às 23 horas, com programas tématicos. São eles: Sintonia Feminina, com grandes sucessos populares nas vozes de grandes cantoras brasileiras e internacionais; Agora é Brega, espaço reservado para os reis e rainhas do brega; Radionovela, com as trilhas musicais das novelas; Forrozão Brasil Central; e No Palco, uma homenagem ao artista brasileiro, contando sua história e sucessos que marcaram sua carreira.

Débora Orsida faz questão de agradecer ao presidente da Brasil Central, Reginaldo Júnior, "pois ele voltou esse olhar para a Rádio AM, que foi tão esquecida e sucateada nas gestões anteriores". Ressalta que houve uma integração entre as equipes das emissoras AM e FM, e com isso o processo criativo aflorou mais em todos os profissionais.

RBC FM 48 anos

A RBC FM foi instalada 23 anos depois de sua coirmã AM, também no dia 3 de março, e portanto comemora 48 anos de existência. A FM chegou com o compromisso de oferecer aos ouvintes música de qualidade, ao mesmo tempo em que promove a cultura e os artistas goianos. E tem cumprindo sua missão com propriedade.

Wanderley Santana, coordenador da RBC FM, reforça que não existe concorrência entre as equipes das duas rádios, mas sim um trabalho integrado, que tem rendido muitos frutos. O coordenador adianta que, em breve, alguns programas das rádios serão transmitidos no YouTube, mostrando o cenário do estúdio para o público, em mais um passo na caminhada das emissoras da Brasil Central para se manterem sintonizadas com as tendências do momento atual.



Fonte: Com Informações da ABC Digital

Comunicar erro
Dengue Governo de Goias 2022
Dengue Caldas Novas Abril 2022 728 x90

Comentários

Convite Camara de Goiania Abril 2022