Camara Municipal de Cumari Institucional
Sistema FAEG-Ao seu lado sempre que precisar
Campanha Sorriso Saude Topo FMS Anhanguera
Demae Caldas Novas Junho 2022 970 x 90
Campanha Dengue Caldas Novas Topo

Uruaçu: Hospital Estadual Centro-Norte Goiano atinge marca de 1000 cirurgias realizadas em 5 meses

Regionalização da saúde muda o patamar da assistência no interior do Estado. Com perfil de atendimento para casos de alta complexidade, o hospital diminuiu a fila de espera para procedimentos cirúrgicos e pacientes graves não precisam mais ser transferidos para outras cidades

Por Redação, Carlos Duarte e Fotos: SES em 30/04/2022 às 15:12:52
Em apenas cinco meses de funcionamento, Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), localizado em Uruaçu, atinge a marca de mil cirurgias realizadas no complexo

Em apenas cinco meses de funcionamento, Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), localizado em Uruaçu, atinge a marca de mil cirurgias realizadas no complexo

Em apenas cinco meses de funcionamento, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), localizado em Uruaçu, atingiu a marca de mil cirurgias realizadas no complexo. Os números expressivos são resultado da estratégia de regionalização da saúde proposta pela Governo de Goiás, que desafoga outros centros hospitalares que antes tinham de atender à demanda de pacientes de cidades mais afastadas.

"Com a regionalização da saúde, houve uma inversão no fluxo de atendimento. Agora, muitas localidades que antes não eram atendidas podem contar com assistência médica e cirúrgica. Na unidade, por exemplo, a maioria dos pacientes atendidos é da região Centro-Norte, mas também atendemos munícipios de outras regiões", relata o diretor técnico e cirurgião geral do HCN, Virgílio Cardoso Moreno.

Com perfil de atendimento para casos de alta complexidade, o HCN, inclusive, está diminuindo a fila de espera para procedimentos cirúrgicos. "Estamos operando pacientes que estavam aguardando, pois muitos precisavam de um hospital com o nosso padrão de atendimento que possui equipes e tecnologias necessárias para dar suporte a casos mais complexos", complementa Moreno.

Especialidades variadas

Outro fator atribuído ao sucesso das mil cirurgias realizadas em tão pouco tempo de funcionamento está relacionado à equipe multiprofissional do HCN, que no caso do corpo clínico e cirúrgico oferece suporte aos pacientes com diversas especialidades. "Um dado, por exemplo, que temos percebido e que tem chamado bastante atenção é o número de pneumonias graves, em crianças. Há um alto índice de casos que evoluem com piora clínica para a necessidade de abordagem cirúrgica, o que exige equipe multiprofissional qualificada", explica o diretor técnico

Nesse sentido, vale destacar que o HCN tem conseguido êxito na recuperação de diversos pacientes graves. Isso se deve, principalmente, à tecnologia de videocirurgia torácica oferecida na unidade, inédita na região. O procedimento, minimamente invasivo, proporciona mais segurança e um pós-operatório mais rápido, fato que contribui, inclusive, para uma otimização na logística do fluxo hospitalar.

Crescimento contínuo

Outra informação importante é que as novidades não param no HCN. Em breve, a unidade irá ampliar ainda mais seus serviços e especialidades. "Ainda estamos em processo de implantação e ampliação. Está no nosso projeto implementar a Oncologia e a Neurocirurgia, por exemplo, entre outros serviços para a saúde da população. Então, estes números expressivos que alcançamos são apenas o começo", destaca Moreno.

Ainda sobre o crescimento do complexo, em alguns dias, o HCN irá inaugurar uma Clínica de Enfermaria Obstétrica, espaço que funcionará de forma semelhante à maternidade, além de uma UTI Neonatal com 10 leitos e a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN) com mais cinco acomodações. "Essas são as principais novidades imediatas que vamos começar", comenta João Batista da Cunha, diretor assistencial da unidade.

Por fim, a direção reforça que a população do Centro-Norte Goiano e de outras regiões circunvizinhas podem contar com o suporte da unidade. "Devido ao perfil assistencial do hospital, pacientes graves não precisam mais ser transferidos para outras cidades. Estamos prontos para fornecer a assistência necessária", finaliza Getro de Oliveira Pádua, diretor-geral do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed), organização social que administra o HCN.


Fonte: Com Informações da Secretaria de Estado da Saúde - Governo de Goiás

Comunicar erro
Campanha Dengue Julho 2022 Saude Davinopolis

Comentários

Convite Camara de Goiania Junho 2022