Campanha Dengue FMS Davinopolis
Campanha Camara Municipal de Tres Ranchos Outubro 728 x 90
Campanha Prevencao Queimadas Secom Goias Julho 2024 1

Férias de julho: como os estudantes podem conciliar o descanso e os conteúdos?

O coordenador do Curso Anglo, Madson Molina, reúne dicas para os vestibulandos não abandonarem os estudos no período de recesso

Por Redação, Carlos Duarte e Informações: Victória Gorski e Foto: Freepik em 10/07/2024 às 13:01:34

O período de férias é sempre o mais aguardado pelos estudantes. No entanto, para quem está se preparando para ingressar em uma faculdade a realidade, é outra. Mesmo que o descanso seja essencial para esfriar a cabeça da imensidão de conteúdos, todo tempo é valioso, afinal a maior parte dos processos seletivos são encerrados no segundo semestre. O ideal é encontrar o equilíbrio perfeito entre os estudos e o descanso, para que o estudante não se sinta sobrecarregado, mas também não negligencie suas responsabilidades durante as férias do meio do ano.

Isso pode ser feito de diversas formas, seja intercalando dias da semana para estudo ou até mesmo consumindo obras literárias e filmes que abordem assuntos relevantes para os vestibulares. O segredo é não deixar a peteca cair, afinal o nível de competitividade para ingressar nas faculdades mais concorridas é grande. É importante que o aluno chegue nas provas ciente de que dedicou o tempo necessário para se preparar da melhor forma possível. A organização e a disciplina são essenciais neste processo.

Assim, estabelecer uma rotina de estudos eficiente, com horários bem-definidos, e balancear revisões teóricas com a prática de exercícios são estratégias que podem fazer a diferença, mas também é importante reservar momentos para lazer e descanso, evitando o esgotamento e o estresse.

Segundo Madson Molina, coordenador do Curso Anglo, neste sentido é essencial organizar um cronograma que englobe tanto os momentos de descontração quanto as horas de estudo, essas com foco em assuntos que o aluno apresente maior dificuldade. "É importante que o aluno foque também nos conteúdos, porque durante esses dias de férias temos um patrimônio muito grande que pode ser utilizado para a preparação e não exclusivamente para o descanso", destaca.

Como organizar um cronograma de férias?

O coordenador orienta, primeiramente, que o aluno separe dias e semanas para o estudo e para o lazer e que essa organização seja seguida à risca. "É essencial que esses dias não se misturem, porque isso pode gerar uma sensação de culpa ou desgaste no estudante. O equilíbrio tem que ser pré-definido de acordo com os propósitos de cada aluno", completa Molina.

Segundo ele, é importante que as horas de estudo sejam reduzidas nesse período, optando por iniciar em um horário não tão cedo e prolongar até o meio da tarde, por exemplo, para ter um estudo com "gostinho de férias". Nesse sentido, é importante que o aluno separe os assuntos nos quais apresenta maior dificuldade para focar no período, ou então aqueles que precisam de treino constante, como exercícios de matemática e física que exigem fórmulas decoradas.

Misturando o lazer e o aprendizado

Filmes, obras literárias e até mesmo passeios culturais são programas perfeitos para as férias do vestibulando pois, por meio da descontração, podem aumentar seus conhecimentos e bagagem cultural. O mês de recesso é o momento ideal para a leitura das obras obrigatórias ou aqueles que fazem parte do repertório do vestibular, por exemplo. O aluno pode ler de forma descontraída, anotando pontos de dúvida ou destaques para discuti-los quando as aulas retornarem.

Além disso, outras expressões culturais, como músicas e filmes, também são essenciais para ampliar o repertório, competência muito exigida nos principais vestibulares. Molina sugere que o estude opte por obras cinematográficas que abordem eventos históricos importantes, trazendo uma análise crítica daquele acontecimento, como A Lista de Schindler (1993), O Diário de Anne Frank (2016) e Guerra de Canudos (1996). O coordenador aponta que a sétima arte pode ser um mecanismo para aprofundar conteúdos complexos e de difícil compreensão, o qual os alunos podem aproveitar para auxiliar no processo de fixação e até se encantar por esses conteúdos. Documentários e curtas ilustrativos são ótimas opções para esse exercício.

Por fim, visitar espaços culturais com amigos e famílias também é uma atividade muito produtiva. Museus de ciência e história, mostras de arte e até mesmo espetáculos que abordem temas socialmente relevantes podem auxiliar nesse processo de entendimento dos conteúdos exigidos. "Na cidade em que você mora, buscar pontos de referência que sejam historicamente importantes para a formação dessa comunidade é também uma opção, pois a partir disso os alunos podem fazer pesquisas sobre aquele local", sugere o coordenador do Curso Anglo.

Fonte: Com Informações da Mira Comunicação

Comunicar erro
Mosaic - Campanha ESG 728 x 90
Campanha Detran Goias Ferias Jun 1
Campanha Preventiva Dengue FMS Cbba 728 x 90

Comentários