CMOC BRASIL
Ouvidor Fica em Casa

Catalão: Após analise, Juiz eleitoral autoriza Elder Galdino (MDB) a propor a criação do auxílio de R$ 300,00

Proposta do Auxílio Emergencial Catalão foi o fato mais importante do período pré-eleitoral na cidade

Por Redação em 29/09/2020 às 21:36:41
Elder Galdino Pereira durante convenção no ultimo dia 15/9 (Arquivo Sdnews)

Elder Galdino Pereira durante convenção no ultimo dia 15/9 (Arquivo Sdnews)

Em decisão divulgada na tarde desta terça-feira (29 de setembro), o juiz eleitoral Dr. Rinaldo Aparecido Barros, da 8ª Zona Eleitoral, autorizou o candidato a prefeito Elder Galdino Pereira (MDB) a assumir o compromisso de criar o Auxílio Emergencial Catalão, no valor de R$ 300,00, para socorrer as pessoas em situação de vulnerabilidade econômica provocada pela pandemia da Covid.


A proposta do Auxílio Catalão foi o fato mais importante do período pré-eleitoral na cidade, a ponto de os outros dois pré-candidatos mais bem colocados - Adib Elias (Podemos) e Gustavo Sebba (PSDB) - colocarem em segundo plano a apresentação de suas próprias plataformas para discutir a proposta de Elder e tentar desqualificá-la.


O advogado que representa a Coligação do MDB, Colemar Moura, afirma que os posts relacionados ao Auxílio Catalão das redes sociais nunca ultrapassaram os limites da legalidade e tiveram o único propósito de dar projeção a projetos políticos de um cidadão que quer discutir o futuro da sua cidade.


O formato do programa lembra o auxílio emergencial pago pelo presidente Jair Bolsonaro às pessoas de baixa renda. O valor proposto por Elder corresponde à metade do valor pago pelo governo federal, que é de R$ 600. Elder afirma que a pandemia causou forte crise econômica e que a Prefeitura deve fazer a sua parte para diminuir o impacto da queda na renda, do desemprego e do aumento da pobreza.


Embora a decisão do juiz Rinaldo Barros tenha liberado o candidato do MDB a divulgar o Auxílio Catalão nas suas redes sociais, campanha de rua e, em breve, nos programas de rádio e TV, ela também imputou multa R$ 5 mil pelo fato de a proposta ter sido divulgada pouco antes do prazo previsto pela lei, que é 27 de setembro.


"São momentos como este, que estamos passando, que o poder público precisa agir com mais vigor", afirma o pré-candidato a prefeito. "Venho de um lar humilde e sei o que é passar por dificuldades. Meu governo terá uma ação forte no amparo aos que mais precisam e ao comércio local". Elder diz que, se ele for eleito, o município vai "Gastar menos com as panelinhas e mais com as pessoas em vulneralidade social".

Fonte: Com informações da Ascom Campanha Elder Galdino

CMOC BRASIL
Saneago
CMOC Queimadas

Comentários

camara de ouvidor gif 3