Mosaic Emprega Mais 2

"Não há obra mais importante do que construir um futuro diferente para esta geração", afirma Lincoln Tejota

Por Redação em 14/05/2021 às 14:03:07
O vice-governador Lincoln Tejota ao lado do governador Ronaldo Caiado durante entrega de benefícios em Luziânia e Valparaíso, entorno do DF. (Foto: André Costa)

O vice-governador Lincoln Tejota ao lado do governador Ronaldo Caiado durante entrega de benefícios em Luziânia e Valparaíso, entorno do DF. (Foto: André Costa)

Uma grande rede de políticas públicas voltadas para a qualidade do ensino é primordial para garantir que a educação mude, de fato, a vida dos alunos, segundo o vice-governador Lincoln Tejota, que participou nesta última quinta-feira, 13/5, da inauguração de dois laboratórios Include no Entorno de Brasília. A primeira parada foi em Luziânia, onde alunos de 12 a 20 anos, em situação de vulnerabilidade social, terão a oportunidade de acesso gratuito a cursos de robótica, programação e eletrônica. Já a segunda entrega foi em Valparaíso de Goiás.


Nesta semana, por meio do Goiás Social e em parceria com o Instituto Campus Party (ICP), o Governo de Goiás entregou quatro unidades do projeto Include no Estado – dois em Goiânia e dois no Entorno. O objetivo do projeto, que está inserido no programa Goiás de Resultados (GR) idealizado pelo governador Ronaldo Caiado e coordenado por Lincoln Tejota, é difundir o uso da tecnologia e promover a inclusão social, com a oferta de ferramentas que garantam educação de qualidade e desenvolvam habilidades dentro de um ecossistema totalmente disruptivo.


"O mundo e as profissões estão mudando, mas a política por si só não muda. O que muda são as práticas e a forma que se aplica as políticas públicas. Nós temos que pensar a longo prazo. Grandes obras promovidas por um Governo são aquelas que não passam com o tempo, aquelas realizadas no ser humano. Não há obra mais importante e bonita do que construir um futuro diferente para esta geração", discursou.

Com metas ambiciosas para a rede de ensino estadual nos próximos anos, em conjunto com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (SEDI), o GR tem buscado democratizar o acesso ao conhecimento sobre tecnologias, principalmente nas comunidades mais carentes.

Include - Com metodologia de ensino de robótica, programação, eletrônica, sensores e mecânica, o Projeto Include em escolas públicas estaduais deve atender 1,8 mil estudantes de comunidades carentes locais até 2023. Segundo o presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, até o final do mês, Goiás – será o estado brasileiro com mais laboratórios Include – deve inaugurar ainda mais duas unidades: em Alto Paraíso e Cavalcante, onde vivem cerca de 880 famílias da comunidade quilombola Kalunga.

Nos novos laboratórios, a equipe do Include capacita gratuitamente jovens com idade entre 12 e 20 anos, por meio do ensino da robótica, programação, eletrônica, sensores e mecânica. Desenvolvido em parceria com o Governo de Goiás, o projeto ainda conta com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Programando o Futuro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da empresa Gouvea Ecosystem.



Fonte: Com Informações da Assessoria de Vice Governadoria Governo de Goiás

Comunicar erro
Saneago
CMOC Queimadas
Sefac 10 anos Super

Comentários