José Nelto garante acréscimo de metas na LDO

O parlamentar goiano garante a possibilidade de inclusão de recursos para a construção dos hospitais em Catalão, Porangatu e Goiânia e a duplicação da BR-020 em Formosa

Por Redação, Deborah Sena em 17/07/2021 às 00:42:29
Deputado Federal José Nelto (Podemos/GO)

Deputado Federal José Nelto (Podemos/GO)

O deputado federal José Nelto (Podemos-GO) ocupou lugar de liderança durante a sessão do Congresso Nacional que aprovou o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2022. A matéria traz em seu bojo avanços na área social, no enfrentamento da pandemia e no andamento de obras importantes para Estados e municípios, a exemplo das emendas apresentadas por Nelto, que garantem acréscimos a meta do orçamento da União para 2022, possibilitando obras como as dos hospitais em Catalão, Porangatu e Goiânia, além da construção e adequação de rodovias.

Sobre o acréscimo de metas para construção e aparelhamento das unidades hospitalares, o parlamentar justificou que a constituição preconiza a saúde como direito de todos e um dever do Estado. O acréscimo permitira ações de construção e Aparelhamento do Hospitais com destaque ao Regional de Catalão, Hospital Municipal de Porangatu e Hospital Municipal de Goiânia.

As obras de infraestrutura inclusas na LDO pelo deputado são: a adequação de Trecho Rodoviário na BR-020, especificamente nas divisas entre Distrito Federal/Goiás e Goiás/Bahia, também a construção, adequação e manuntenção de Trechos das BRs 080, BR-020, BR-070, BR-010 e BR-10.

Destaque para os trabalhos a serem realizados nas BR'S-080 e O20: respectivamente, a construção de ponte sobre o Rio Araguaia e a duplicação do trecho entre o município de Formosa e seu distrito de Bezerra, incluindo a construção de quatro viadutos e instalação de iluminação.

O deputado José Nelto elaborou emendas com intuito de acrescer mais metas aos programas e ações pertencentes ao orçamento federal da União, o que possibilitará ao estado e municípios um respaldo legal para o incremento da sua capacidade de atendimento das demandas prioritárias com o aumento dos investimentos nas áreas em questão.

Repercussão nacional

Durante a votação, José Nelto também marcou posição contra o Fundo Eleitoral aprovado no valor de R$ 5,7 bilhões, contra a destinação $1,5 trilhão aos bancos, e contra a ausência de correção ao salário mínimo.

"Temos uma grande preocupação com a entrega de R$1,5 trilhão aos bancos e com a não correção do salário mínimo pela inflação. Vejamos o preço dos alimentos, do arroz, do feijão, da carne, que nem se fala, o pobre não come mais carne. Isso é um absurdo", pontuou durante uso da palavra.

"Minha posição é contraria ao aumento do fundão. Ao invés de prometer moradias, educação e saúde, durante as campanhas eleitorais, é mais efetivo usar esse dinheiro para proporcionar essas melhorias à população. Esse aumento de quase R$4 bilhões em plena pandemia, quando faltam alimentos e vacinas é um absurdo", arrematou sobre a aprovação do fundo eleitoral

Fonte: Com Informações da Assessoria de Comunicação do Deputado Federal José Nelto

Comunicar erro
Saneago
CMOC Queimadas
Sefac 10 anos Super

Comentários

Goiania Meio Ambiente AMMA