Mosaic Emprega Mais 2

Operação Minnesota apura esquema de falsificação de CNHs

Suspeita √© de que a fraude aconte√ßa h√° pelo menos 20 anos no √≥rg√£o. Servidores p√ļblicos envolvidos foram afastados

Por Redação em 01/06/2021 às 17:21:33

A Polícia Civil de Goi√°s, por meio da Delegacia Estadual de Combate à Corrup√ß√£o (Deccor), cumpriu na manh√£ desta ter√ßa-feira (01/05) 13 mandados judiciais de busca e apreens√£o contra servidores que atuam no Departamento Estadual de Tr√Ęnsito de Goi√°s (Detran-GO). As dilig√™ncias fazem parte da segunda fase da Opera√ß√£o Minnesota, que apura a exist√™ncia de um esquema criminoso de falsifica√ß√£o de Carteiras Nacionais de Habilita√ß√£o (CNH).

Indícios apontam que o crime aconte√ßa h√° pelo menos 20 anos no órg√£o. Segundo a investiga√ß√£o, apenas entre os anos de 2019 e 2020, mais de 250 CNHs teriam sido vendidas de forma fraudulenta. Os crimes foram descobertos após abertura de sindic√Ęncias internas do próprio órg√£o, em novembro do ano passado e denunciados às Polícias Civil e Federal. A suspeita é de que as fraudes teriam sido realizadas por uma organiza√ß√£o criminosa, que envolvia ainda despachantes.

Tr√™s servidores públicos, suspeitos de envolvimento no esquema, foram afastados de suas fun√ß√Ķes. Outros dois servidores do Detran j√° haviam sido afastados durante a primeira fase da a√ß√£o, em 2020. Na nova etapa da opera√ß√£o, foi cumprido também um mandado de pris√£o preventiva, o sequestro de bens móveis e imóveis dos investigados, além do sequestro de valores, no total de R$ 1.225.000,00. Foram apreendidos diversos documentos, uma arma de fogo e por√ß√Ķes de drogas.

Para o secret√°rio de Estado da Seguran√ßa Pública (SSP-GO), Rodney Miranda, o esquema criminoso traz grande prejuízo à popula√ß√£o e coloca em risco a vida de inocentes, j√° que favorece motoristas que n√£o est√£o aptos a dirigir. "Se a gente pensar a quantidade de pessoas que se beneficiaram desse esquema e que est√£o andando h√° décadas inabilitadas, colando as suas vidas e principalmente a vida de terceiros em risco, foi uma grande vitória hoje, da Polícia Civil do Estado", pontuou.

O chefe da SSP-GO destacou o empenho das for√ßas policiais para reprimir a corrup√ß√£o em Goi√°s e lembrou que o combate a esta modalidade delitiva é um dos principais focos da atual gest√£o do Governo do Estado. "Nós estamos combatendo com todo vigor os crimes e aqui, especificamente, a corrup√ß√£o. Temos Superintend√™ncia, uma Delegacia Especializada, tem outras delegacias também da Polícia Civil envolvidas nesse processo e n√£o importa o tempo, nós estamos indo atr√°s", ressaltou Rodney Miranda.

Segundo o Delegado-Geral da Polícia Civil, Alexandre Louren√ßo, as diversas opera√ß√Ķes que vem sendo realizadas refor√ßam que a corrup√ß√£o havia se instalado no Detran-GO, com crimes ocorrendo h√° anos no órg√£o e que agora est√£o sendo devidamente combatidos. "Ainda h√° muito a ser feito. É um sistema de corrup√ß√£o que a gente trata como end√™mico, ele est√° enraizado na cultura de alguns servidores que insistem, apesar das reiteradas opera√ß√Ķes que acontecem, em continuar delinquindo. Um processo que vem h√° anos consumindo recursos públicos e tirando da popula√ß√£o a utilidade que eles teriam", afirmou.

O diretor-geral da corpora√ß√£o refor√ßou ainda que as a√ß√Ķes da Polícia Civil ir√£o continuar, para levar à justi√ßa aqueles que praticam este crime, t√£o danoso à popula√ß√£o. "A resposta est√° sendo dada em cada uma das opera√ß√Ķes e o recado também. Nós vamos continuar. Os servidores e ex-servidores que insistirem nessa pr√°tica, ser√£o trazidos a prestar contas à sociedade e para todos eles, nós temos lugar nas celas do Estado de Goi√°s", enfatizou.

Investigação

Segundo a apura√ß√£o policial, o esquema funcionava com a venda de CNHs que eram emitidas pelo Detran Goi√°s, contando com a participa√ß√£o de servidores e de despachantes. Os interessados chegavam a pagar valores entre R$ 5 mil e R$ 8 mil para obter o documento irregular. Segundo a delegada Érica Botrel, titular da Delegacia Estadual de Combate à Corrup√ß√£o, a fraude consistia na utiliza√ß√£o de um procedimento de averba√ß√£o de carteira internacional.

"Os estelionat√°rios falsificavam passaportes e também carteiras internacionais do estado de Minnesota, nos Estados Unidos, j√° que, devido ao tratado de reciprocidade entre o Brasil e os Estados Unidos, n√£o h√° necessidade de realiza√ß√£o de novas provas. Ent√£o com base nesse procedimento fraudulento a pessoa conseguia a emiss√£o da CNH, sem passar pelo teste escrito e a prova pr√°tica", informou.

A atua√ß√£o da organiza√ß√£o criminosa extrapolou o território goiano para alcan√ßar candidatos de outros estados, como Minas Gerais, Pernambuco, Tocantins, Distrito Federal. "Pessoas de cidade mineiras, circunvizinhas, vinham trazidos pela quadrilha, com endere√ßo falso que produziam em Goi√°s, para a concretiza√ß√£o da fraude. A gente v√™ os fatos se repetindo, de forma reiterada, durante anos", explicou.

Entre os motivos identificados pelos policiais para a compra de CNHs est√° o analfabetismo, baixa escolaridade, doen√ßas impeditivas, problemas psicológicos, tentativas falhas de aprova√ß√£o nos exames exigidos, dentre outros. Agora, os investigados ir√£o responder por estelionato contra a administra√ß√£o pública, mediante fraude documental, crimes de corrup√ß√£o passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organiza√ß√£o criminosa. "Centenas [de envolvidos] j√° foram identificados e j√° est√£o sendo indiciados aqui na Deccor", completou a delegada.

Nota do Detran Goi√°s

Sobre a opera√ß√£o da Polícia Civil, deflagrada nesta ter√ßa-feira (01/06) para apurar fraudes na emiss√£o de CNHs estrangeiras, o Departamento Estadual de Tr√Ęnsito de Goi√°s (Detran-GO) informa que:

- A opera√ß√£o é resultado de sindic√Ęncias abertas em novembro de 2020 pela própria autarquia e, subsequentemente, comunicadas às Polícia Civil e Federal;
- Importante ressaltar que, t√£o logo a atual gest√£o apurou o indício de fraudes, tomou provid√™ncias administrativas para coibi-las;
- Como ato inaugural das sindic√Ęncias, foi publicada a portaria 1461/2020 pedindo a suspens√£o das CNHs para devida apura√ß√£o do caso;
- O órg√£o tem apoiado e colaborado continuamente com o trabalho da Polícia Civil do Estado, colocando-se à disposi√ß√£o das autoridades para quaisquer esclarecimentos. Deve-se frisar que todos os levantamentos, documentos e provas materiais demandados pela Polícia Civil foram enviados para auxiliar nas investiga√ß√Ķes;
- Os servidores relacionados na investiga√ß√£o foram afastados imediatamente após a abertura das sindic√Ęncias para que se pudesse apurar a autoria e materialidade da infra√ß√£o.

Fonte: Com Informa√ß√Ķes da Secretaria de Estado da Seguran√ßa P√ļblica - Governo de Goi√°s

Comunicar erro
Saneago
CMOC Queimadas
Sefac 10 anos Super

Coment√°rios