Camara Municipal de Cumari Institucional
Sistema FAEG-Ao seu lado sempre que precisar

Goiás: "Segurança alimentar dos goianos é prioridade para o governo", diz Gracinha Caiado no início da nova etapa de entrega de cestas básicas

Durante entrevista coletiva no Setor Estrela Dalva, na capital, primeira-dama agradeceu voluntários e forças de segurança que realizam força-tarefa na Região Metropolitana de Goiânia a partir desta quinta-feira (4/8)

Por Redação, Carlos Duarte e Fotos: Lucas Diener em 04/08/2022 às 16:04:35
Primeira-dama acompanha início dos trabalhos de força-tarefa de segurança alimentar, em Goiânia

Primeira-dama acompanha início dos trabalhos de força-tarefa de segurança alimentar, em Goiânia

A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, acompanhou, na tarde desta quinta-feira (4/08), o início dos trabalhos da força-tarefa que vai distribuir milhares de cestas básicas a famílias goianienses em vulnerabilidade social nos próximos dias. A equipe formada por cerca de 60 voluntários e pelas forças de segurança do Estado de Goiás se reuniu no Colégio Estadual da Polícia Militar de Goiás Ayrton Senna, no Jardim Curitiba, em Goiânia, para dar início à ação.


"A segurança alimentar dos goianos sempre foi prioridade para o Governo de Goiás e, com a pandemia, foi formada uma verdadeira rede de solidariedade e apoio às famílias mais vulneráveis. Essa nova ação reforça esse compromisso. Sempre tivemos a clareza de que quem tem fome tem pressa e, por isso, continuamos com a missão de levar alimentação para a mesa de quem mais precisa. Cada uma dessas cestas representa um lar que hoje estará com a mesa cheia, um pai ou mãe de família que terá alimento para suas crianças, uma família que está tendo o seu direito à segurança alimentar garantido", pontuou a primeira-dama.


A ação vai distribuir apenas entre esta quinta e sexta-feira quatro mil cestas básicas na região Noroeste. Além dos voluntários e forças de segurança, a ação conta com apoio da OVG, GPS, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Seds), Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater). Em entrevista, Gracinha Caiado fez questão de agradecer todos os envolvidos na força-tarefa. "Não posso deixar de citar que o apoio dos voluntários, das forças de segurança e de toda a equipe de governo em mais este trabalho. O nosso objetivo é um só: não deixar nenhum goiano para trás, e com o apoio e a ajuda de todos vocês, somos muito mais fortes", acrescentou.


Acompanharam a primeira-dama no evento a diretora-geral da OVG, Adryanna Caiado; o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Wellington Matos; o secretário de Estado de Segurança Pública, Coronel Renato Brum; o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça; e o comandante do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, coronel Washington Luís.

Segurança alimentar

O trabalho integra a nova fase da campanha de segurança alimentar do Estado de Goiás que, desde o início da pandemia da Covid-19, em março de 2020, já distribuiu mais de 1 milhão de cestas básicas para todos os 246 municípios goianos, bem como comunidades quilombolas, entidades sociais e assentamentos rurais. O montante representa o maior número de donativos adquiridos por um ente federativo durante o período.

Nesta quinta etapa da campanha, serão entregues mais 200 mil cestas, adquiridas por meio de licitação com recursos do tesouro estadual e investimento de R$ 16 milhões. As prefeituras de municípios situados fora da Região Metropolitana vêm realizando, desde o último dia 25 de julho, a retirada de sua cota de cestas básicas diretamente na sede da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e estão encarregadas da distribuição. Mais de 70 cidades já receberam os alimentos, desde o início da nova etapa.



Fonte: Com Informações da Gabinete de Políticas Sociais (GPS) - Governo de Goiás

Comunicar erro
Campanha Dengue Julho 2022 Saude Davinopolis

Comentários